A administração de uma empresa requer diferentes estratégias para cada área. O estoque é uma dessas áreas que não podem ser esquecidas ou negligenciadas. Ele é uma parte importante e essencial que integra as ações de gestão.

Ter controle sobre o estoque requer pensamento estratégico, já que ele influencia diretamente em diversas atividades, da produção ao financeiro de um empreendimento. Além disso, é ele o ativo que faz circular o capital do negócio. Sem o controle adequado de cada item que entra e sai, o prejuízo passa a ser uma certeza.

Toda empresa precisa equilibrar as compras e as vendas. Para isso se faz necessário adotar um bom sistema de gestão de estoque para garantir que o planejamento seja eficaz e que os lucros sejam uma constante.

Tudo isso é fundamental para a vida útil empreendimento. Também reduz gastos desnecessários, aumenta o capital de giro para ajudar a empresa a crescer e melhora o desempenho operacional.

Mesmo que você acredite estar gerindo bem o estoque da sua empresa, confira na matéria 4 erros que não podem ser cometidos.

 

1. Excesso de estoque

Por algum tempo acreditava-se que um estoque cheio era um bom sinal. Os tempos mudaram e hoje sabemos que ter estoque é sinônimo de dinheiro parado.

Os custos de armazenamento se tornam uma despesa supérflua, pois esse recurso, que poderia ser aplicado em outra área, está retido.

Estocar produtos em demasia é um problema comum, sobretudo em períodos de crise. Se você trabalha com produtos perecíveis, uma gestão que não leve isso em consideração pode representar uma perda total para sua empresa.

Uma solução a ser pensada é investir em produtos mais lucrativos e com mais demanda. Comece a analisar as vendas mensalmente para ter uma visão clara de todos os produtos e qual a movimentação deles pelo seu estoque.

E faça disso uma prática. a partir dos dados será possível comparar períodos e identificar possíveis sazonalidades. Ter essas informações ajudam a tomar decisões de forma mais segura e acertada.

2. Não fazer inventários

Esta não é tarefa exclusiva de fábricas ou lojas de departamentos. Mesmo que seu empreendimento seja um pequeno negócio, fazer inventário é essencial para saber quais itens estão presentes fisicamente no seu estoque.

Para isso, comece fazendo um levantamento por meio da contagem de tudo o que você possui. Aproveite para fazer uma organização geral, melhorando a disposição deles e classificando-os de maneira que facilite o acesso quando necessário.

Lembre-se de catalogar os prazos de validade dos produtos perecíveis, caso seja seu ramo de atuação, e checar o estado de conservação dos produtos. Com esse mapeamento é possível dar mais agilidade aos seus processos internos.

Leia também:

Gerenciamento de arquivos: o que fazer quando não há mais espaço?

3. Utilizar vários métodos de gestão de estoque

Engana-se quem pensa que usar duas ou mais ferramentas de gestão de estoques permitirá mais domínio sobre a entrada e saída de produtos.

Além de ser uma enorme perda de tempo é passível de erros. Então não caia nessa armadilha e escolha um sistema de controle único, no qual a empresa pode concentrar suas ações e controlar mais facilmente.

Investir em um sistema de gestão de estoque centralizado permite:

  • Automatizar processos;
  • Centralizar informações;
  • Minimizar o risco de erros;
  • Monitorar a movimentação dos produtos;
  • Fiscalizar os níveis de estoque.

4. Não monitorar as vendas

Um erro grave que pode ser evitado seguindo a dica anterior. Não rastrear como seus produtos transitam pela empresa pode colocar sua operação em riscos imperceptíveis.

Você deve estar se perguntando “como?” A resposta é simples. Sem esse controle fica impossível saber quais produtos comprar, quais precisam ser vendidos, gerando prejuízos sem você perceber.

Com isso suas vendas ficam comprometidas, seus prazos de entrega ficam defasados e até sua credibilidade perante ao cliente pode ser afetada, prejudicando vendas futuras.

Tendo isso em mente, fique atento também aos problemas de sazonalidade. Você precisa estar preparado e adaptado às necessidades de cada período do ano. Não abarrote seu estoque com produtos se não haverá demanda para eles.

Captando essas informações fica fácil evitar erros, seja com problemas externos seja com atrasos de entrega. Sua gestão de estoques é parte essencial da sua operação e deve ser executada estrategicamente para garantir a longevidade e a lucratividade da sua empresa.

Agora que você leu sobre os 4 erros que comprometem sua gestão de estoque, que tal aprender como fazer um controle de estoque eficiente para e-commerce?

Deixe um Comentário

© 2019. Para Guardar Self Storage. Todos os direitos reservados.